Cátia Nobre e José Carlos Araújo são, desde segunda-feira, 4 de abril, os novos pivôs do “J1”, o primeiro horário nobre informativo da TVI.

A mudança é o primeiro momento de um ambicioso projeto de modernização da Informação da estação, que acontecerá ao longo de todo o ano de 2022.

A mudança de rostos no “J1” representa o reforço do ritmo informativo e da relação de proximidade da estação com os seus diferentes públicos. No “J1” a proximidade concretiza-se no relato dos temas que marcam Portugal de norte a sul, dando eco aos anseios das populações e das decisões dos responsáveis políticos locais que as impactam. O noticiário da hora de almoço não esquece o compromisso com a atualidade nacional e internacional e a sua repercussão na vida dos portugueses.

José Carlos Araújo, há 22 anos na informação televisiva do Grupo Media Capital, onde também já exerceu as funções de editor e de coordenador, regressa ao horário que apresentou em 2018 e 2019. “Estamos a dar notícias num novo formato” afirma, pois “apostamos nas histórias que importam, explicando os porquês e questionando quem pode decidir” para “estar mais perto das pessoas e saber das vidas de quem nos vê”, acrescenta.

Uma cara que representa a juventude e mais recente no Grupo, Cátia Nobre, pivô na CNN Portugal desde novembro de 2021, considera o novo “J1” “desafiante e desafiador.  Pressiona quem decide a dar respostas”. Apesar de muito recente, o novo formato “já mostrou ser diferente, e só agora está a começar” diz.

A nova dupla de apresentadores responsáveis pelo J1, de segunda a sexta, é composta por dois valores do Grupo Media Capital que se revelaram decisivos na operação televisiva do Grupo.  

Foto: Armanda Claro